DESEJANÇAS


22/02/2011


 

 

 

8.9

Perco o passo e o fôlego
perco o samba e o ritmo
perco a estrada e o prumo
e me pedes para seguir a lua
ou me guiar por Marte


Sigo só
esperando que poesia bucólica
de Águas Claras
me leve de volta
para dentro de mim
antes que eu amanheça perdida
à procura dos teus olhos

Escrito por lilia diniz às 08h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/02/2011


                 http://www.contossecretos.com/?p=2302

 

 

 

Restou um sussurro

ao pé do ouvido

uma gota de poesia no olhar

lâminas de desejo

cortando meus seios

dois ou três versos a gritar

 

Nas janelas do meu corpo

cortinas de saudade

dos beijos que não te dei

de tuas pernas a me roçar

 

Se te vejo estarreço

abafando o estardalhaço

do meu peito a festejar

 

 

Escrito por lilia diniz às 07h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/02/2011


 

Devolvo o céu de prata
que você emprestou
aos meus olhos cansados
na primeira tarde
do mês nascido
entre dezembro e janeiro.

Se não me falha a poesia

havia gotas de sol
molhando nossos corpos
e violas em lá maior
completavam a sinfonia
do sussurro da tua pele
penetrando a minha.

 

Escrito por lilia diniz às 00h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico